Você está aqui: Página Inicial > Notícias > O funcionamento do SISU e do ENEM

Ensino Superior

O funcionamento do SISU e do ENEM

SISU e ENEM

SISU – SISTEMA DE SELEÇÃO UNIFICADO

O Sisu, Sistema de Seleção Unificado do MEC, serve para que os estudantes ingressem na educação superior com sua nota do ENEM.

As inscrições para o Sisu são abertas sempre em janeiro após os resultados das notas do Enem e o candidato pode optar por duas graduações onde deve definir a sua ordem de preferência. Para se inscrever no Sisu é necessário ter feito obrigatoriamente o Enem, informando o número de inscrição e senha do Enem.

 Os resultados do Sisu poderão ser consultados no portal do Sisu no Mec ou pela central de atendimento no telefone: 0800.616161. Para saber mais sobre a inscrição do Sisu, as vagas e instituições disponíveis e os resultados do Sisu acesse o portal www.sisu.mec.gov.br.

 ENEM – EXAME NACIONAL DO ENSINO MÉDIO

O Exame Nacional do Ensino Médio, Enem, existe desde 1998 e foi criado pelo Governo Federal, com o objetivo inicial de apenas de avaliar o desempenho dos concluintes da educação básica, contribuindo com a melhoria do nível médio de ensino. No entanto, em 2009 o Exame passou por grandes mudanças e desde então atua em novo formato.

 Hoje, além de ser um instrumento avaliativo da educação básica, o Enem também é pré-requisito básico para a participação em alguns programas do Governo Federal. Gerenciado pelo Ministério da Educação (MEC) em parceria com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), o Exame é exigido nos processos seletivos da maioria das instituições federais do ensino superior no Brasil.

 Com a nota do Enem o estudante pode participar da seleção do Sisu, concorrer a bolsas do ProUni (Programa Universidade para Todos), recorrer ao financiamento de cursos superiores por meio do Fies (Fundo de Financiamento Estudantil), participar de intercâmbios no exterior através do programa Ciência sem Fronteiras e, se for o objetivo, obter o certificado de conclusão do ensino médio.

 O conteúdo das provas do Enem abrange, além de uma dissertação de cunho dissertativo-argumentativo, 180 questões objetivas divididas igualmente entre quatro áreas de conhecimento: Ciências Humanas e suas Tecnologias, Ciências da Natureza e suas Tecnologias; Linguagens, Códigos e suas Tecnologias; e Matemática e suas Tecnologias.

 A inscrição do Enem é feita no primeiro semestre de cada ano, geralmente no mês de maio. Para se cadastrar, o candidato deve acessar o portal do Inep e informar o número dos documentos pessoais (CPF e RG), endereço de e-mail válido e necessidade de atendimento diferenciado e/ou específico (deficientes, gestantes ou sabatistas). Durante o registro também é preciso preencher um questionário socioeconômico e indicar a pretensão de certificação (se for o caso), além de escolher o município onde deseja fazer as provas.

 Aos participantes é cobrada uma taxa de inscrição no valor de R$ 35,00. A quantia deve ser paga dentro do prazo estabelecido pelo cronograma divulgado em edital. São automaticamente isentos do pagamento os estudantes concluintes do ensino médio no mesmo ano em escolas da rede pública. Candidatos de baixa renda podem declarar carência no Enem no momento da inscrição.

 Todos que tiverem os registros devidamente aprovados receberão, nos respectivos endereços, o cartão de confirmação de inscrição com o local de prova do Enem.

 Comumente o Enem conta com duas edições anuais. As próximas provas acontecerão nos dias 08 e 09 de novembro de 2014.