Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Aleixo assume segunda gestão com foco na consolidação da Unespar

Ensino Superior

Aleixo assume segunda gestão com foco na consolidação da Unespar

Exibir carrossel de imagens Aleixo foi eleito reitor pela comunidade universitária no ano passado.

Aleixo foi eleito reitor pela comunidade universitária no ano passado.

Organização foi a palavra que norteou os trabalhos da primeira gestão da reitoria da Universidade Estadual do Paraná (Unespar). Durante a solenidade nesta quinta-feira (23), no Palácio Iguaçu, quando assumiu o exercício do segundo mandato como reitor, o professor Antonio Carlos Aleixo destacou que os próximos anos serão para a consolidação da terceira maior universidade do sistema estadual paranaense.

 

Para atingir ao objetivo proposto, o reitor comenta que a primeira medida da equipe de gestão será corrigir os erros verificados na primeira gestão. Além disso, apresentou outras metas como: democratizar ao máximo a Unespar, produzir um novo estatuto da instituição, apresentar o programa de recredenciamento para o Conselho Estadual de Educação (CEE-PR), participar das disputas em defesa da universidade pública e consolidar os cursos de pós-graduação em mestrado e doutorado.

 

“Já defendemos a universidade pública e a nossa principal luta será para que tenhamos a nomeação dos professores que já estão aprovados em concurso público e para ampliar o quadro de agentes universitários. Também queremos criar pelo menos dois cursos de doutorado e ampliar os cursos de mestrado que já temos”, afirma.

 

Posse

A posse de Aleixo e do vice-reitor, professor Sydnei Kempa, foi presidida pelo secretário da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, João Carlos Gomes que destacou a importância da universidade no cenário acadêmico do Paraná. “Trata-se da universidade mais jovem do nosso Sistema Estadual de Ensino Superior que já demonstra potencial para a conquista do nível de excelência nos cursos que oferta de graduação e pós-graduação”, afirmou.

 

Na cerimônia também foi realizada uma homenagem ao professor Antonio Rodrigues Varela Neto em reconhecimento a contribuição no exercício da vice-reitoria e na construção da universidade no período de 2013 a 2016.

 

As principais conquistas

Ao avaliar a primeira gestão, encerrada em dezembro de 2016, Aleixo considera que foram enfrentadas várias dificuldades entre as quais estão a disputa pela definição da sede da reitoria, as questões sobre a gestão descentralizada e o orçamento. Mas, apesar das dificuldades, enumera uma série de resultados positivos. Uma das conquistas foi efetivar a gestão descentralizada o que, na visão do reitor, “permite que todas as forças e todos os campi participem da universidade”.

 

Quanto à organização, destaca que a elaboração dos primeiros documentos e regulamentos, entre 2013 e 2014, foi fundamental para preparar a Unespar e chegar neste momento visando a consolidação.

 

Garantir as mesmas condições de trabalho entre os professores dos campi é outra conquista enfatizada por Aleixo. Conforme detalha, a gestão preocupou-se em equalizar o número de docentes. “Se alguém disser que há injustiça em número de pessoal entre os campi, essa pessoa não está sendo honesta porque conseguimos amenizar muito a diferença brutal que havia na quantidade de horas que os professores ministravam em sala de aula. Quando fazemos isso, a gente melhora tudo: a pesquisa, a extensão, as condições de trabalho e isso ajuda muito na graduação da universidade”, analisa.

 

A relação com a Unespar

A relação do professor Antonio Carlos Aleixo com a Unespar inicia ainda no período de graduação, quando foi acadêmico do curso de Letras pela então Faculdade Estadual de Ciências e Letras de Campo Mourão (Fecilcam), atualmente campus de Campo Mourão da universidade. No entanto, foi em 1994 que assumiu a vaga de docente da instituição quando, na época, também atuava como professor da educação básica estadual.

 

No Ensino Superior teve a experiência como coordenador de curso, chefe de departamento, realização de projetos de extensão voltados para a formação continuada de professores, orientação de pesquisas de acadêmicos e foi por dois mandatos diretor da Fecilcam. Inclusive, lembra que em 2001 foi um dos professores contrários ao projeto que criou a Unespar com sede em Jacarezinho. “Nós não aceitamos aquela universidade e brigamos muito. Então, a Unespar ficou parada entre 2002 e 2010 e começou a viver novamente efetivamente em 2010”, cita.

 

Aleixo comenta que em 2007 um grupo de diretores das faculdades que compõem a Unespar no formato atual se organizou para discutir o projeto da universidade. “Nós tínhamos a perspectiva de organizar a universidade a partir das faculdade que existiam. Entre 2007 e 2010, quando já era diretor da faculdade de Campo Mourão, ajudei a pensar essa universidade. Me sinto muito à vontade na Unespar, óbvio que não sou único, mas sou uma das pessoas que viveu a experiência de ter sido professor em um determinado momento, de ter rejeitado politicamente a sede em Jacarezinho e depois de ter ajudado a organizar os primeiros seminários, documentos e ter sido o reitor da primeira gestão eleita”, descreve.

 

Pela segunda vez à frente da universidade, Aleixo considera que a sua experiência, participação, envolvimento e propostas de trabalho contribuíram para que fosse escolhido como reitor da Unespar. “Minha experiência ajudou a optar pela gestão de uma universidade democrática e participativa. Toda minha atuação foi fundamental para saber dirigir e conversar com as pessoas, ter paciência, saber organizar, conseguir dialogar com forças políticas outras e saber trabalhar com as oposições. Tenho convicção de que se não tivesse acumulado essa experiência, teria muita dificuldade e talvez a universidade pereceria com isso certamente”, completa.

 

Presenças

Participaram da solenidade nesta quinta-feira, o coordenador de Ensino Superior da SETI como secretário ah doc da cerimônia, Mário Cândido de Athayde Júnior; reitor da Universidade Estadual do Centro-Oeste e presidente da Associação Brasileira dos Reitores das Universidades Estaduais e Municipais (ABRUEM), Aldo Nelson Bona; reitor da Universidade Estadual de Ponta Grossa e presidente da Associação de Instituições de Ensino Superior Público (APIESP), Carlos Luciano Sant'Ana Vargas; reitor da Universidade Estadual de Maringá (UEM), Mauro Baesso; vice-reitor da Universidade Estadual do Norte do Paraná, Fabiano Costa; pró-reitor de Administração e Finanças da Universidade Estadual de Londrina (UEL), Luis Fernando Pinto Dias; presidente em exercício do Instituto de Tecnologia do Paraná (Tecpar), Júlio Salomão; presidente do Conselho Estadual de Educação, Oscar Alves; Major Rogerio Cortes Schreiter representando o comando da Escola Superior de Segurança Pública, da Academia Policial Militar de Guatupê; pró-reitores, diretores de campus, professores, agentes universitários e estudantes da Unespar.