Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Servidores conhecem novo sistema de unificação de informações de empregados

Governo

Servidores conhecem novo sistema de unificação de informações de empregados

Exibir carrossel de imagens Sistema Unificado de Informações

Sistema Unificado de Informações

A Secretaria de Estado da Administração e da Previdência (Seap), por meio da Escola de Governo, promoveu nesta terça-feira (27) a apresentação oficial do Sistema de Escrituração Digital das Obrigações Fiscais, Previdenciárias e Trabalhistas (eSocial). O evento reuniu 170 servidores estaduais no auditório da Companhia de Informática e Comunicação do Paraná (Celepar), em Curitiba, e também foi transmitido ao vivo, via web, para os Grupos de Recursos Humanos Setoriais (GRHS) e Grupos Financeiros Setoriais (GFS) das secretarias e órgãos da administração direta e indireta.

O eSocial é um sistema que visa à unificação do envio de informações pelo empregador em relação aos seus empregados, e tem como objetivos garantir os direitos previdenciários e trabalhistas, simplificar o cumprimento de obrigações e aprimorar a qualidade de informações nas relações de trabalho, previdenciárias e fiscais. Para isso, serão coletados dados referentes à contratação e utilização de mão de obra, com ou sem vínculo empregatício, para armazenamento no ambiente nacional do eSocial.

Com duração de quatro horas, a apresentação foi feita pelo técnico da Receita Federal e gerente regional PR e SC do projeto eSocial, Marcos Antônio Salustiano da Silva. ''Nós queremos chegar em um cadastro único para cada servidor, em que será possível encontrar todas as informações referentes a ele em um só ambiente'', disse.

Na opinião da servidora Rosicler Iachenski, contadora da Coordenação da Região Metropolitana de Curitiba (Comec), os maiores ganhos com o eSocial serão a economia de tempo e a redução de erros. ''O sistema vai proporcionar unificação de informações, praticidade e rapidez em prestar informações e será eficiente no sentido de evitar erros, hoje, comuns”, afirmou.

Na região Noroeste do Estado, a diretora de pessoal da Universidade Estadual de Maringá, Cecília Alexandre de Oliveira Remolli, acompanhou o evento via web e destacou a confiabilidade das informações em tempo real. “No caso da Declaração do Imposto sobre a Renda Retido na Fonte (Dirf), a União e o Estado receberão informações mensais e não mais anuais. Serão informados na folha de pagamento os valores recebidos pelos servidores e pelos prestadores de serviços”, comentou.

Técnicos da Celepar estão envolvidos na aplicação do sistema para o governo do Paraná. A previsão é que passe a ser utilizado de forma definitiva pelos órgãos públicos a partir de janeiro de 2016.